Liturgia do Dia – 11/02/2016 (comentada)

Lucas 9, 22-35“O Senhor coloca diante de nós a vida e a morte, e nós precisamos escolher.  Nele está a vida.  Longe dele encontramos a morte.  Jesus deixa claro, quem perder sua vida por causa de mim, vai ganhá-la.”

Primeira leitura:  Deuteronômio 30, 15-20

Salmo Responsorial:  1

Evangelho:  Lucas 9, 22-35

-*-

A reflexão a que somos chamados hoje encerra um grande paradoxo. Escolher entre a vida e a morte não é uma decisão tão óbvia quanto parece à primeira vista, especialmente para aqueles que iniciam a caminhada cristã, ou mesmo aqueles que buscam retomá-la.  Talvez os que já perseveram neste itinerário tenham mais facilidade para compreender o chamado, contudo, as exigências da estrada não são tão fáceis de cumprir, ainda mais num mundo secularizado e afastado de Deus.

Os questionamentos e desafios presentes no período quaresmal que teve início ontem, nos fazem, sem dúvidas, mais solícitos à inspiração divina, mas é através deles que acontece a grande mudança, a verdadeira conversão.

A generosidade cristã nos insta a ir um pouco além das leituras propostas no evangeliário hoje, é preciso atentar para o  contexto histórico do texto veterotestamentário (AT), que não é muito diferente do atual, e capturar o que está por trás da oferta de vida ou morte.

O texto bíblico narra a época do exílio babilônico e remete as “maldições” sofridas em decorrência da desobediência e infidelidade do povo, aos desígnios de Deus, desejoso de uma humanidade que aprenda o caminho da justiça e construa uma sociedade fraterna e igualitária.

Logo, o que se entende por “maldições” na realidade é o fruto de uma vida baseada em valores relativos, que demandam o enfraquecimento das bases sociais responsáveis pelo progresso, liberdade e prosperidade do povo.  Assim, justifica-se a condição de Israel, como povo exilado, desprovido de dignidade, empobrecido e escravizado.

Contudo, a Palavra não é um retrato de um fim trágico, mas de retomada da esperança, através da renovação da Aliança firmada e reafirmada  pelos antepassados, Abraão, Isaac e Jacó.

Como destacam os versículos que antecedem o texto bíblico da primeira leitura, a proposta feita não está fora do alcance do povo, que é capaz não só de compreendê-la, como também praticá-la, e até com relativa facilidade, desde que o faça conforme os ensinamentos de Deus, na certeza de que é Ele quem nos sustenta, como escrito no Salmo 54: “confia ao Senhor os teus cuidados, e ele mesmo te há de sustentar.

Assim, tal qual o povo exilado pelo pecado, nós, hoje, somos convidados a refletir sobre nossa sorte e fazer uma escolha responsável entre a vida e a morte, o bem e o mal, a felicidade e a desgraça.

Os preceitos da leitura veterotestamentária não se perdem com o advento de Jesus, mas são enriquecidos por Ele. Suas ações e ensinamentos refletem uma vida de fidelidade e obediência à vontade de Deus, porém apontam um pano de fundo conflituoso, não só decorrente da pouca fé do povo de Israel, que o rejeitara – exceto pelas ações milagrosas que buscavam -, mas mas também pelas investidas dos anciãos, sumos sacerdotes e doutores da lei, insatisfeitos pela forma como Ele exortava o cumprimento da lei em sua exegese, obrigando todos a se desinstalarem de seus púlpitos.

A didática de Jesus difere, assim, da lógica do mundo, pois encoraja uma vida de oblação, de aceitação serena das cruzes e obstáculos (Lc 9, 23), de mansidão e humildade (Mt 11,29), que ao mesmo tempo irradia alegria, paz e bondade, frutos da experiência vivificante com o Divino, e que não se confunde com uma passividade obsoleta, mas com ações comprometidas com a Verdade, a Justiça, o Amor e a Fraternidade.

Seguir com Jesus é, portanto, acolher o Evangelho, inspirando-se nEle, dia após dia, e, apesar das cruzes ou graças a elas, perseverar com leveza e tenacidade no caminho da conversão, até alcançar a Misericórdia.

É feliz quem a Deus se confia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s