Liturgia do Dia – 04/04/2016 (comentada)

Lucas 1, 26-38“A Palavra mostra-nos como Deus foi preparando sua Aliança eterna com seu povo.  Ao mistério da encarnação do Filho de Deus, une-se o mistério do Sim de Maria.”

Primeira leitura:  Isaías 7, 10-14; 8,10

Salmo Responsorial:  39

Segunda leitura:  Hebreus 10, 4-10

Evangelho:  Lucas 1, 26-38

-*-

A solenidade da Anunciação do Senhor é a celebração do grande mistério cristão da Encarnação do Verbo de Deus. A data originalmente é dia 25 de Março, em função da celebração doo Nascimento de Jesus, que acontece nove meses depois.  Todavia, este ano fora transferida para o dia 04 de abril, uma vez que em 25 de março a Igreja fez memória à Paixão de Nosso Senhor.

Não é uma solenidade Mariana, mas cristocêntrica, porém se reveste de festa da Mãe e do Filho, uma vez que o Verbo encarnado se torna filho de Maria e esta Mãe de Deus.

A tradição cristã, vê na primeira leitura o anúncio profético do nascimento de Jesus, ainda que o contexto histórico remeta à ideia de que, vendo Acaz o risco de seu reino ser destruído, propõe uma aliança entre o povo, enquanto que Isaías, aponta que o caminho é a confiança em Deus, indicando o nascimento de um salvador, coincidência ou não, sua mulher esperava um filho, Ezequias.

Os fatos bíblicos narrados no texto veterotestamentário e no Novo Testamento, trataram de esclarecer que profecia de Isaías referia-se ao nascimento de Jesus, cuja missão é descrita na segunda leitura de hoje, considerada a narração do dia em que se inaugura a peregrinação do Redentor, que se doará no sacrifício perfeito da cruz, inaugurando um novo tempo, onde holocaustos e oferendas, como as praticadas pelo povo hebreu, não serão mais necessárias.

Em Maria a promessa Messiânica se realiza por completo.  O “Sim” de Maria é o que inaugura o tempo da acolhida de Nosso Senhor entre nós,  para que seja realizada a ação salvífica do mundo, em total fidelidade e obediência à vontade de Deus.

Mas o “Sim” da Mãe de Deus é também o “Sim” do Filho do Homem.  Ambos exprimem com suas vidas o desejo de se tornarem instrumentos de um bem maior. Fazem-se servos para que a Palavra se realize, encorajando todos os que creem à disponibilidade do serviço, na obediência e na fidelidade, que promove a salvação.

Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!

Michelle Neves – Ministra do Acolhimento

Bacharel em Teologia pelo ISCR-ArqRio

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s