Liturgia do Dia – 17/04/2017

Mateus 28, 8-15Ide anunciar aos meus irmãos que se dirijam para a Galileia.  Lá eles me verão.

Primeira leitura:  Atos dos Apóstolos 2,14.22-32

Salmo Responsorial: 117

Evangelho:  Mateus 28, 8-15

-*-

Existe um aspecto singular na vida dos personagens da Liturgia da Palavra de hoje:  a superação do medo, após a experiência com Jesus ressuscitado.

O medo não é necessariamente algo bom ou ruim, mas uma reação natural em decorrência da limitação humana, quando no enfrentamento de algo desconhecido, ou quando não se pode antever o que acontecerá imediatamente após uma experiência, ou em uma única expressão, quando falta fé e esperança.

Com Pedro, que já havia vivido a experiência com o Ressuscitado e sofria com as perseguições dos opositores de Jesus, a superação aconteceu após o evento de Pentecostes.  Ele, a partir de então, não só se reportou à profecia do Rei Davi, mas assumiu, definitivamente, com destemor, sua missão de anunciar à multidão a grande notícia, que ecoará ao longo dos séculos por toda a Igreja:  Jesus venceu a morte! A Promessa se realizou!

O vigor e entusiasmo com que exortou que o escutassem aparece de forma latente em toda a primeira leitura, o que nos permite dizer que Pedro, não apenas falava, mas interagia com seus interlocutores.  Ele estava tomado de tanta alegria, que contagiava a multidão e não media esforços para demonstrar seus motivos.

Esta alegria também pode ser encontrada entre as mulheres citadas na segunda leitura, que embora vivessem um misto de alegria e medo, este não foi suficiente para impedir a natural reação dos que já se apropriaram integralmente das promessas do Senhor.  Ou seja, a morte de Jesus não impediu que Ele continuasse presente nelas.  Assim, embora surpresas, e naturalmente com medo, não hesitaram em acolher a grande notícia, e após a experiência com o Ressuscitado, em cumprir sua missão.

O que se pode concluir, enfim, é que o medo e a alegria estarão sempre presentes em nossa caminhada.  Todavia o grande diferencial, no enfrentamento de qualquer vale escuro, não importa o quão ameaçados e/ou temerosos estejamos, é a certeza de que Jesus ressuscitou e está no meio de nós, através de seu Espírito, para nos fazer vitoriosos, diante das vicissitudes da vida.

E por isso, se passamos de uma vida de pecado, para uma Nova vida, centrada nos ensinamentos da Palavra da Salvação, nada devemos temer, mas acolher com coragem e motivação a missão que nos foi designada: “Alegrai-vos, não tenhais medo;  Ide anunciar”!

Feliz Páscoa no Senhor Jesus!

Michelle Neves – Ministra do Acolhimento

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s