Práticas de Acolhimento Cristão

Longe de encerrar o tema, que tem como única fonte de inspiração os exemplos deixados por Jesus Cristo, este é um espaço de troca de experiências dos Ministros e Agentes do Acolhimento e todos os demais interessados, com objetivo de alargar horizontes e enriquecer a prática do acolhimento como um valor cristão.  Partilhe sua experiência…

TEXTOS PARA REFLEXÃO

O perdão na Igreja

Carregar o fardo uns dos outros

O mal comunitário

Esplendor da Verdade

Eu posso fazer mais do que isso!

A busca de celebrar melhor é a busca de Deus e de sentido para a vida

Processo de Cura Interior

A maravilhosa relatividade da vida

DINÂMICAS DE GRUPO

Tempestade de Idéias

A teia de aranha

ATIVIDADES AFINS

Evangelizar pelo Acolhimento (artigo)

  1. A título de sugestão mesmo.

    Acho que deveria ter um ministro ou um auxiliar na igreja para acolher as pessoas que chegam ali com algum problema, angústia, sofrimento ou até mesmo para dirigir um “bom dia, seja bemvindo, sempre com muito amor para que quem chegue se sinta amado etc…” não só nos dias de missa, mas que pudesse ter diariamente.
    Seria muito bom que estivéssemos prontos para atender a todas as pessoas, lógico que o padre seria e é o ideal, porque a maioria gosta de falar com ele pois se sentem mais seguras, mas também sabemos que os padres têm inúmeras atividades dentro e fora da paróquia, por isso o ideal seria que o Ministério do Acolhimento se fizesse presente para acolher. Acho que deveriam existir plantões para o acolhimento e a evangelização dos que chegam.

    Não sei se já existe, se existe parabéns pela iniciativa. Porque eu já passei por isso de entrar na igreja, sofrendo, com o coração apertado e nem saber a quem me dirigir para aliviar aquele meu sofrimento.

    Está aí a minha sugestão.Mas também acho que o Ministério do Acolhimento está crescendo a cada dia isso é real e visível. Sei também que para isso precisariam de mais ministros que estivessem capacitados para essa missão.

    Curtir

    • Boa tarde, Regina!

      Já existe a proposta para este serviço em nossa paróquia, dentre outros de igual importância. Todavia, ainda contamos apenas com uma ministra e seis agentes, ou seja, um número muito pequeno para a demanda. Logo, o que buscamos em todas as atividades, entre elas em parceria com as demais pastorais e movimentos, nos murais convencionais e digital, no próprio blog e nas redes sociais, além claro no convívio social individual (família, trabalho, grupos de estudo e atividades diversas, etc), é levar a Palavra de Deus, seja através, do comportamento de cristãos convertidos, da menção ao próprio Evangelho, da divulgação da catequese do Papa, dos documentos da Igreja Católica e outros documentos que atendam a proposta da nova evangelização e obviamente do acolhimento cristão como um valor social, embora cônscios de que o contato pessoal é essencial e desejado por todos nós.

      Acreditamos que após a consolidação do Ministério em nossa comunidade, cuja dedicação para tal objetivo foi testemunhada não só por você, mas por todos os que acreditam na importância deste serviço e, acompanharam nosso trabalho desde o início, além claro a confirmação desta necessidade através das prerrogativas do 11° PPC, outras pessoas queiram também participar.

      Enquanto isso estamos trabalhando com a “rede” que o Senhor nos concedeu, na certeza de que todas as dificuldades e limitações sirvam para que a graça de Deus se manifeste entre nós. Enquanto isso, cabe lembrar que se não ainda por quantidade, o Ministério cresce em qualidade, já que todos os agentes e Ministra do Acolhimento investem diariamente em melhor servir nossa comunidade, não só através da prática propriamente dita a qual é avaliada mensalmente e de forma profunda, mas também através do conhecimento, sendo certo que se hoje apenas a Ministra se dedica ao Instituto Superior de Ciências Religiosas da Arquidiocese de São Sebastião, no próximo ano, se esse mesmo Deus, que conduz nossa caminhada permitir, teremos mais quatro agentes inscritos na faculdade especializada na formação do leigo, e os demais nos diversos cursos oferecidos também pela nossa Arquidiocese, entre eles o curso de liderança comunitária, o qual já foi cursado por aquela.

      Agradecemos sua proposta, no aguardo de que você e seu marido também façam parte da equipe, e vivenciem a alegria de servir ao Senhor através do Acolhimento Cristão, concedendo-nos o prazer de estarmos todos em comunhão.

      Em Cristo!

      Equipe do Ministério do Acolhimento
      Paróquia São Paulo Apóstolo

      Curtir

      • De maneira alguma eu coloco em dúvida o Ministério do Acolhimento, acho que Você como Ministra e a sua equipe tem feito o Ministério crescer grandemente, não só através das redes sociais, mas como é nítido nos murais e em outras pastorais. Quando eu mencionei os padres quero dizer que eles são de uma extrema acolhida, incansáveis, sem exceção mas como você mesma disse é proposta também de ter esse tipo de acolhimento na paróquia o que eu acho muito importante além de todos os serviços das pastorais e dos ministérios que já existem. Sei também que a paróquia tem um serviço de Psicologia mas muitas vezes não necessitamos a princípio utilizar desse tipo de acolhimento e sim espiritual, a palavra de Deus, uma oração, etc. Eu quando sugeri não quis criar nenhum tipo de polêmica e além do mais acho que a Paróquia São Paulo Apóstolo é realmente nota 10 a cada dia melhorando mais, atendendo as solicitações e necessidades dos seus paroquianos e como voce mesma disse “o contato pessoal é essencial e desejado por todos”.

        Eu e meu marido, por exemplo estamos aguardando a Pastoral da Saúde para nos inscrevermos no curso e fazer parte pois acho de suma importância ir ao leito de um enfermo levando a palavra de Deus, isso também é acolhimento extra Igreja. Já faço parte do Ministério da Consolação e lá vejo o quanto é importante esse acolhimento lado a lado, lá é visto o sofrimento profundo da perda de entes queridos. Por isso a minha sugestão. Mas volto a dizer que o Ministério do Acolhimento ele é nota 10 e que nas redes sociais tem evangelizado bastante e como sempre tem com certeza atingindo ovelhas perdidas. Quero enfatizar que eu e meu marido queremos sim fazer parte da messe até porque sabemos que os operários são poucos e sei que o Ministério também está crescendo a cada dia, mas para que eu participe preciso conhecer, entender para que possa servir melhor ao Senhor Jesus .

        Curtir

      • Regina, não tem polêmica não. Foi ótimo você levantar o assunto. Às vezes nós evitamos falar o que é feito e de que forma nos preparamos para o serviço e isso é um erro, já que este canal visa precipuamente a formação dos nossos agentes. Não citar a execução do serviço impede, de certa forma, que as pessoas o conheçam, o que é mutio grave. Nunca o fizemos a divulgação abertamente, não por falso pudor, mas para evitar que levianamente fossemos acusados de exibição, mas o contexto hoje é outro, a própria Igreja pede esta abertura e já que a questão veio, cabe-nos rever nossa dinâmica neste sentido.
        Assim, só temos a agradecer sua colocação. A Sonia certamente quis agregar valor a sua manifestação e ela também está certa, precisamos utilizar todos os meios possíveis para somar e é isso que todos vocês fazem a cada comentário postado. Pensar a Igreja é isso, adequar à nossa realidade novas dinâmicas, sempre com base na Palavra de Deus e nas diretrizes dogmáticas católicas.
        Obrigada pelo seu carinho e pela sua participação e sinta-se à vontade de participar sempre.
        Em cristo!

        Curtir

  2. A messe é grande e os operários são poucos,Posso dizer que embora temos carência de padres em nossa paróquia(SPA), temos pela manhã Pe Evandro e a tarde Pe Eduardo para dar esta assistência ,que é especial dos sacerdotes.Que Deus suscite também leigos disponíveis e capacitados para se possível acolher também todos que precisam do conforto espiritual e humano.

    Curtir

    • Boa tarde, Sonia!

      Não esqueçamos de nosso Pároco, Pe. Paulo de Tarso, incansável na condução desse rebanho, por vezes dispersos e alheios ao objetivo Maior.

      É boa a exortação de participação de todos os batizados à cumprirem sua missão. Nós do Ministério do Acolhimento também abraçamos esta causa, por isso que investimos diretamente na adesão de todas as atividades de evangelização não só da Paróquia São Paulo Apóstolo, mas também da nossa Arquidiocese, seja pela participação efetiva na Jornada Mundial da Juventude, onde todos nós já estamos inscritos como voluntários, seja na aplicação do 11° Plano de Pastoral, o qual foi objeto de reflexão e estudo oferecido a toda a comunidade no último dia 10 de julho e cujos painéis ficaram expostos no mural da paróquia até ontem e estarão de forma ininterrupta a partir da próxima segunda-feira neste canal.

      Shalom para ti!

      Curtir

  3. É bom também lembrar que a paróquia tem um serviço de psicologia para atender as pessoas que precisam de uma orientação específica.

    Curtir

  4. Sim, claro… só resta acrescentar que é necessário antes solicitar as informações prévias na Secretaria Paroquial.

    Curtir

  5. O BLOG criado pelo MA já é uma realidade da PSA.Podemos não somente obter informações, mas também participar com nossas sugestões.

    Curtir

  6. Boa tarde, sou da paróquia N. Senhora da apresentação de Irajá, me chamo Marcos Antonio, sou da equipe do Acolhimento dessa paróquia. O nosso paroco me deu uma missão e ainda estou procurando me informar, e atraves do saite de vcs vi que vcs são um Ministério. O Pe Renato quer que sejamos um Ministério, e nossa equipe não funciona como um ministério. Vc pode me ajudar a saber como eu faço esse processo, se há cursos especifico para transformar o acolhimento em ministério, desde ja agradeço sua ajuda meu email sgtonho@yahoo.com.br.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s